No interior da pequena Santa Teresa, a estudante de Jornalismo Isabel apaixona-se perdidamente por Pedro Ernesto. Mas Pedro é casado com Sônia, tem um filho pequeno, e Santa Teresa é daquele tipo de cidade em que senhorinhas beatas estão mais preocupadas com a história alheia do que com suas próprias vidas. “Todos os sonhos do mundo” é um romance ambientado no fim dos anos 70 e boa parte dos 80, período politicamente conturbado, cercado de interdições e perigos e de uma instável transição para a democracia. E Valéria Corrêa Porto não poderia ter escolhido cenário melhor para ambientar as aventuras e desventuras de seus personagens. Entre silêncios e desencontros, a narrativa avança. Ora com o foco narrativo no casamento falido de Pedro e Sônia; ora no amor proibido de Isabel e Pedro, que se consuma nos intervalos, apesar dos pesares. Mas será que uma paixão resiste aos desencontros e às armadilhas do acaso? Esta pergunta pulsará durante todas as páginas deste belo romance.